Próximas turmas
  • 24/09/2018
Carga horária
  • Pré-Inscrição

Justiça Restaurativa: Novas Percepções e Repertórios

Ao compreender que o convívio humano oscila entre a harmonia e a tensão leva a pensar a Justiça Restaurativa como um modo de vida pautado em valores e na ética do cuidado.

Na contemporaneidade somos instados a conviver com a volatilidade, incertezas, instabilidades e a ambiguidade e isso torna a vida complexa. A tensão cotidiana é manifestada através de diferenças, conflitos e violência geram efeitos danosos em dimensões talvez não imaginadas e os sistemas punitivos não demonstram efetividade.

Os conflitos estão presentes em todos os contextos e circunstâncias e, quando não tratados, são as causas de danos, provocando uma escalada de emoções tóxicas e violências de todo o tipo.

Esta Oficina em Justiça Restaurativa: novas percepções e repertórios, busca promover uma reflexão conjunta para repensar a convivência humana a partir da ética do cuidado, a partir de meta valores: respeito, humildade, cuidado e maravilhamento.

Temas:
- Posturas éticas, dilemas, problemas e desafios da Justiça Restaurativa e dos Processos Circulares enquanto dispositivos dialógicos.
- Experiências práticas da dinâmica dos Círculos e a amplitude de aplicabilidade
- Ética, convivência, conflito e violência: reflexões sobre as causas e consequências.
- O sistêmico e o complexo: desafios e potencialidades dos modelos restaurativos nos diferentes contextos.
- Multiculturalismo e interculturalidade no manejo das diferenças.
- Articulação de diferentes referenciais.

DATAS E LOCAIS
DATA: 24 A 26 DE SETEMBRO DE 2018
LOCAL: Ponta Grossa – Paraná


Coordenação e docência

Celia Passos

Próximas turmas
  • 24/09/2018
Carga horária
  • Pré-Inscrição